HOME Fórum Coloque as suas dúvidas sobre o webQDA Classificação de Códigos: como fazer e analisar os resultados

Este tópico contém 1 resposta, tem 2 utilizadores, com a última actualização feita por  webQDA Há 1 ano, 2 meses.

A visualizar 2 artigos - de 1 a 2 (de um total de 2)
  • Autor
    Artigos
  • #3405

    Maria Geovania
    Participante

    Ola!

    Gostaria de esclarecimentos sobre como utilizar a classificação de códigos.

    1. Entendo que se trata de uma forma de agrupar códigos (ou subcódigos) em categorias. Isso é muito útil para projetos que acabam usando muitos códigos. Mas isso já não é uma função da relação códigos/subcódigos?
    Então, para que serve efetivamente a classificação de códigos?

    2. O que se entende por “classificação”, “atributo” e “valor”?

    3. Em meu projeto “Análise de Conteúdo_Geovania Manos” criei, para fins de exercício, uma classificação de códigos e associei-a a um código em árvore (não ao subcódigo). Esta possui 1 atributo e este 2 valores. Mas não sei como utilizar essas informações no sistema de questionamento. Ou seja, como analisar os resultados?

    Já grata pela ajuda!

    #3447

    webQDA
    Administrador

    Prezada Autora,

    Agradecemos desde já as suas questões.

    Sobre a questão 1: A classificação de códigos (à semelhança dos descritores) serve para classificar referências (Unidade de textos ou excertos de dados) de uma fonte (documento) que diz respeito a mais de que um sujeito (exemplos: grupo focal, fóruns etc.). Esta nova função vem dar resposta à necessidade dos investigadores de classificarem (à semelhança do que fazem com as fontes) Casos nos descritores com referências vindos dos documentos que tenham vários sujeitos. Quando temos um documento correspondente a um sujeito apenas (Por exemplo, entrevistas) deveremos utilizar a classificação de fonte apenas.

    Sobre a questão 2: A classificação, explicando de uma forma simples, é o conjunto dos valores e dos atributos que definimos de acordo com as necessidades do nosso projeto. Quando pretendemos classificar um código ou fonte deveremos criar atributos (rótulos) relativos ao sujeito ou objeto que estamos a classificar (exemplo: sexo, idade, profissão etc.). O “valor” diz respeito aos elementos que compõem os atributos (exemplo: Masculino e feminino, 30 – 40 anos, etc.).

    Sobre a questão 3: Relativamente a esta questão sugiro a consulta do nosso manual em PDF na página 27.

    Esperamos ter dado respostas às questões colocadas.

A visualizar 2 artigos - de 1 a 2 (de um total de 2)

Tem de iniciar sessão para responder a este tópico.