Reutilização da estrutura de códigos em diferentes projetos do webQDA

Num projeto de investigação, a definição de códigos, também designados por categorias, dimensões, constructos, entre outros, depende, essencialmente, das opções metodológicas do investigador. Na definição de códigos, o investigador pode seguir um modelo aberto (indutivo), fechado (dedutivo) ou um modelo misto. Independentemente do caminho seguido, o webQDA permite que o utilizador reutilize todas as estruturas criadas no Sistema de Codificação de um projeto (Códigos Livres, Códigos Árvore, Descritores, Classificação de Fontes e Classificação de Códigos) num novo projeto. Para isso, apresentamos os passos a seguir:

1) Selecionar o projeto para qual pretende importar os Códigos (ver figura 1)

2) Clicar em Importar Códigos (ver figura 1)

Figura 1 – Importação de Códigos para um projeto

 

3) Clicar duas vezes no projeto em que pretende importar os códigos (ver figura 2)

4) Selecionar o que pretende importar (ver figura 2)

Figura 2 – Seleção de Códigos através de projetos existentes

Após clicar em importar, os códigos selecionados passam a incorporar o projeto  (selecionado no ponto 1). Apenas é importada a estrutura dos códigos, sem conteúdo/referências. Esta operação só pode ser realizada nos projetos em que é Gestor.

Esta funcionalidade permite reduzir significativamente o tempo dedicado à criação da estrutura de códigos, pois evita que este processo seja manual quando a estrutura pretendida é semelhante à de um projeto já desenvolvido. Desta forma, o webQDA auxilia o investigador na otimização do seu processo de investigação.

DEIXE UM COMENTÁRIO